Grupo 'neonazista' é preso em Niterói (RJ) acusado de agredir nordestino

Carolina Farias
Do UOL, no Rio

Seis adultos e um adolescente foram presos neste sábado (27) em Niterói, na região metropolitana do Rio, acusados de pertencer a um grupo neonazista. A prisão ocorreu quando um dos detidos, Tiago Borges Pita, 28, foi flagrado agredindo um homem de 33 anos em frente à estação das Barcas, em Arariboia. A polícia acredita que a vítima foi escolhida por ser nordestina.

Carlos Luís Bastos Neto, 33, Davi Ribeiro Moraes, 39, Caio Souza Prado, 23, Philipe Ferreira Ferro Lima, 21, e Jéssica Oliveira Charles Ribeiro, 26, além de um adolescente de 15 anos, estavam em um carro que aguardava o agressor.

No carro, a polícia encontrou objetos para tortura, bandeiras com suásticas, blusas com símbolos nazistas, botas com biqueiras de aço, livros sobre neonazismo e folhetos.

Os suspeitos foram flagrados pela Guarda Municipal de Niterói e levados para a 77 DP (Icaraí), onde foram indiciados por formação de quadrilha, corrupção de menores e intolerância racial, religiosa, por cor ou etnia, prevista na lei 7.716. Pita também foi indiciado por lesão corporal dolosa (com intenção).

A vítima reconheceu o grupo e a polícia vai investigar se os suspeitos estão envolvidos em outra agressão ao mesmo rapaz.

A família de um dos presos enviou um advogado à delegacia, que disse ainda não ter condições de dar declarações sobre o flagrante.

Neonazistas foram detidos neste sábado em Niterói após agressão a um nordestino (Foto: Ana Paula Santos / TV Globo)
Neonazistas foram levados para a delegacia neste sábado (Foto: Ana Paula Santos / TV Globo)

 

Manifeste sua opinião sobre essa matéria

Nenhum comentário foi encontrado.

Novo comentário