Fla admite inexperiência em venda de ingressos e cogita rever preços caros

Pedro Ivo Almeida 
Do UOL, no Rio de Janeiro


Com preços mínimos de R$ 100 e inúmeras confusões na venda e retirada de ingressos, o Flamengo foi alvo de inúmeras críticas pelo fato de ser o mandante e responsável pela comercialização de entradas para o clássico do próximo domingo, contra o Botafogo, no Maracanã. E o clube reconheceu a culpa em parte dos problemas.

Em entrevista coletiva realizada no CT Ninho do Urubu no início da noite desta sexta-feira, o presidente rubro-negro, Eduardo Bandeira de Mello, falou em inexperiência na venda de ingressos e admitiu rever os altos preços para os próximos jogos de apelo no Maracanã.

"Reconhecemos que houve uma série de problemas nas vendas e, principalmente, na retirada dos ingressos de internet. Isso ocorreu em função da nossa inexperiência no assunto. Falo por nós [Flamengo] e Consórcio Maracanã. Vamos analisar com calma e procurar reparar estes problemas", admitiu Bandeira.

"Sobre os preços, considerando que é a volta do Flamengo ao Maracanã e que não jogamos há muito tempo no estádio, acho um preço justo. O sócio-torcedor paga até R$ 25 [meia entrada]. Mas se detectarmos um problema muito grande, como parte da torcida e vocês [imprensa] estão falando, vamos rever. Podemos considerar o assunto nas próximas vezes que formos jogar no estádio", completou o presidente do Flamengo.

Ainda assim, com todos os problemas e reclamações, os ingressos para o clássico do próximo domingo já foram vendidos para mais de 32 mil torcedores até a noite desta sexta-feira. A expectativa dos clubes é que mais de 55 mil pessoas acompanhem o jogo deste fim de semana que marca o retorno de Flamengo e Botafogo ao tradicional estádio.


Manifeste sua opinião sobre essa matéria

Nenhum comentário foi encontrado.

Novo comentário