Romário promete colher assinaturas para implantar CPI na CBF e no COB

Do UOL
Em São Paulo

Romário fez duras críticas à CBF (Confederação Brasileira de Futebol) e ao COB (Comitê Olímpico Brasileiro) pelo seu Twitter, neste sábado, e prometeu colher assinaturas para que duas CPIs fossem instauradas para investigar supostos esquemas de corrupção envolvendo as entidades.

"A CBF e o COB são as duas entidades mais desonestas do Brasil", declarou em seu Twitter. Romário ficou indignado com a notícia de que Ricardo Teixeira havia antecipado a data da próxima eleição da CBF para ajudar o grupo de José Maria Marin, o atual presidente.

"Se isso acontecesse em outro país, Teixeira, Marin e Del Nero já estariam presos. Corrupção no futebol tem que ter punição, esses caras merecem", atacou os atuais e antigos dirigentes por meio de seu microblog. "Definitivamente, na próxima semana começo a recolher assinaturas para uma CPI na CBF. Aliás, vou colher assinaturas para uma CPI na CBF e outra no COB", afirmou o Baixinho.

Deputado federal desde 2010, Romário já vem adotando uma postura extremamente crítica em relação ao COB e a CBF. Constantemente os dirigentes de tais entidades são vítimas de suas palavras.

Em especial, ele fez duras acusações a José Maria Marin e a toda a atual diretoria. "Depois disso, retiro tudo o que disse sobre a atual diretoria da CBF. Pensei que tivéssemos extirpado um câncer, mas ganhamos dois novos", escreveu mostrando profunda decepção ao constatar que o quadro do futebol brasileiro não melhorou com a saída de Ricardo Teixeira, que ficou no comando da CBF por 23 anos.

Romário também defendeu uma intervenção do Estado nestes órgãos: "A CBF tem isenção de impostos, o COB recebe investimentos do governo. Além disso, os dois usam o hino e a bandeira do Brasil, que são bens da nação", declarou. "Por isso eu reitero que o ministro e a presidente devem intervir nas duas entidades sem clemência", finalizou o deputado que está no seu segundo ano de mandato.