China vai parar de usar órgãos de presos executados em transplantes

Segundo especialista do governo, autoridades admitiram que antigo sistema era antiético

O Globo

PEQUIM - Com a implantação de um novo programa de doação de órgãos na China, o sistema de Saúde do país vai parar de usar órgãos de prisioneiros executados em transplantes, segundo um especialista do governo. Em entrevista à edição de novembro do jornal da Organização Mundial de Saúde, o “ Bulletin”, Wang Haibo disse que as autoridades chinesas reconheceram que o método que utiliza os restos mortais dos presos “não é ético e nem sustentável”.

Leia mais em: http://oglobo.globo.com/mundo/china-vai-parar-de-usar-orgaos-de-presos-executados-em-transplantes-6620991